OTHER OPINION: Antibiotics, meat don’t mix

Antibióticos e Carne não se misturam!

Os antibióticos na carne, representam uma grave ameaça para saúde publica, finalmente o Food and Drug Administration E.U.  admitiu, o que os cientistas vem dizendo há muito tempo.  A prova é que durante anos o uso extensivo desses antibióticos nos animais, para promover o crescimento ou prevenir a propagação de doenças em celas lotadas, resultou no desenvolvimento de bactérias resistentes aos medicamentos.

A questão em si não é que a carne esta se infectando, ou que os consumidores estão ingerindo antibióticos junto com suas proteínas, mas é que esse uso descontrolado desses remédios está diminuindo a eficácia de medicamentos necessários e essenciais para o uso humano, ou seja, o organismo esta criando resistência aos remédios. Estima-se que 70mil americanos morrem todos os anos de infecções que poderiam ser tratadas com medicamentos comuns.

A União Européia baniu o uso de antibióticos, exceto para o tratamento de doenças, nos Estados Unidos houve uma tentativa semelhante de restringir esses medicamentos, porem não saiu do congresso.

Na semana passada o FDA, emitiu uma orientação, pedindo aos produtores de carne que voluntariamente, fizessem o uso desses antibióticos em casos específicos, limitando a “necessidades medicas”  ou administrá-los com a supervisão de um veterinário.  Isso já é um passo a frente.

A má noticia é que esse projeto proposto pelo FDA, não propõe qualquer regulamentação que possa o torna lei.

É hora de tomar uma posição mais firme e proibir o uso de antibióticos, exceto quando os animais já estão doentes.

Esse texto traz um alerta muito importante aos consumidores de carne, muitas pessoas desconhecem esse fato do uso de antibióticos. É hora de rever também alguns conceitos, como o de continuar consumindo esses alimentos.

Texto na integra e em inglês:

http://www.nhregister.com/articles/2010/07/08/opinion/doc4c3541b29d3ac290401701.txt

Embrapa

http://www.cnpgc.embrapa.br/publicacoes/doc/doc106/05antibioticos.html

FDA:

http://www.fda.gov/

Anúncios

Moda e Beleza.

Moda e Beleza Livre de Crueldade

Dando continuidade ao post de ontem, hoje o assunto também é moda e beleza livre de crueldade. Anteriormente já falei sobre a indústria da beleza, mas com o intuito de mostrar a verdade sobre os testes feito em animais, hoje vou falar das marcas que não utilizam nenhuma substância animal, e claro, que também não fazem teste em animais.

Para a mulher moderna a maquiagem é indispensável, para qualquer ocasião a beleza é um fator importante. Agora para a mulher que além de moderna é inteligente, ela sabe que além da beleza, o essencial é ser politica e ecologicamente correta, ou seja, usar produtos que não tenham causado sofrimento a nenhum ser, e nem resultado de sua morte.

Já existem muitas empresas que fazem produtos 100% vegetais e ainda falam de sustentabilidade, outra coisa muito importante pois, já que estamos falando de natureza, temos que preservá-la, já que usufruímos de seus recursos. Não podemos nos esquecer da reciclagem, outra idéia atual, mas que já vem fazendo a cabeça de muitas pessoas. Com um simples ato você pode ajudar o meio – ambiente, como por exemplo, comprar embalagens recicláveis, evitar o uso de sacolas, e separar o lixo. Tudo isso tem a ver com beleza sim, pois se você comprar um produto 100%vegetal, que vem em uma embalagem reciclável e após o seu uso depositar essa embalagem em um centro de coleta de reciclagem, com isso, você já estará fazendo a sua parte e colaborando para o destino certo desse produto, que logo voltará para você ou para outra consumidora como um novo produto. A idéia é simples, basta por em pratica. E muitas vezes essas alternativas acabam saindo até mais barato e com a mesma qualidade.

Existem inúmeras listas que falam de empresas que não usam e nem fazem testes em animais, eu vou falar de quatro marcas bem comuns e todas com preços bem acessíveis e fáceis de encontrar, em supermercados, em vendas por catálogos e pela internet.

Éh cosméticos é uma linha de produtos que vai de xampu até desodorante, facilmente encontrada em farmácias e com preços na média de R$ 20,00.

Esses dias eu descobri que a Natura além de falar de sustentabilidade, ela também não usa e nem testa em animais, essa informação consta no site. Seus produtos são vendidos no Brasil inteiro por catalogo e via internet também. Os preços variam, em media de R$ 30,00.

A Avon é outra empresa livre de crueldade, que vende seus produtos pela internet e por catalogo também, seus preços variam, em media de R$ 10,00.

E por ultimo a Victoria’s Secret, não é nacional, mas é encontrada facilmente em lojas que vendem cosméticos mais finos, mas mesmo assim, os preços não são altos, em média R$ 50,00.

Você não precisa ser vegana  nem vegetariana para ser adepta ao uso de produtos livre de crueldade, você só precisa ser inteligente e não apoiar essa idéia, pense!

Èh Cosméticos:

http://www.ehcosmeticos.com.br/#/eh-verde-e-orgnico

Natura Cosméticos:

http://scf.natura.net/Default.aspx

Avon:

http://www.br.avon.com/PRSuite/home_page.page

Peta:

http://www.guiavegano.com.br/vegan/empresas-que-nao-testam-em-animais/lista-da-peta

Victoria’s  Secret:

http://www.victoriassecret.com/

Vegans e Vegetarianos Famosos

Bom final de domingo para todos!

Tem Estilo, Tem Ética!

Qual o seu conceito de moda?

Vestir um casaco do pele? Usar botas de couro? Seda?

Moda, hoje em dia , é ser ecológico, é estar de bem com meio ambiente, é ser livre de crueldade. Muitas pessoas ainda não sabem o que é moda vegana , ou simplesmente moda livre de crueldade. Infelizmente, ainda não é tão acessível assim os produtos, a maioria dos produtos são importados, as griffes também são americacanas, porem os preços, hoje em dia, estão mais baixos, e algumas marcas entregam para o mundo todo. As marcas que eu pesquisei são todas internacionais.

Quem já ouviu falar de Stella McCartney?

Ela é uma das primeiras, e mais famosa estilista vegana, tem uma coleção que ela desenhou para adidas, bolsas, roupas, sapatos, tem TUDO, e entrega para qualquer lugar. Mas os preços não são nada baratos. Porem agora o site está com um super desconto 60%off.

 

Stella McCartney

Outra marca vegana é a OlsenHaus Pure Vegan, comandada pela estilista Elisabeth. Essa marca já é um pouco mais acessível, e entrega para o mundo todo, os calçados são bem coloridos e muito estilosos, para nenhum fashionista botar defeito. Na figura abaixo temos um modelo lindo da griffe OlsenHaus. E no site tem muito mais. (https://www.olsenhaus.com)

 

OlsenHaus Fall’10

Encontrei uma terceira marca vegana, é do exterior também, mas que nunca ouvi falar antes, a Beyond Skin, os sapatos são mais minimalistas, com poucos detalhes, mas não deixam de ser lindos e estilosos, e os preços são mais baratos, entregam para todos os países e inclusive já tem as formas de pagamento no próprio site.  E tudo com 50% off.

Beyond Skin

No site ANDA, encontrei uma matéria bem legal, falando que veganismo, vai muito alem da comida. E de fato é verdade pois, como expliquei nas linhas acima veganismo é moda também comportamento e beleza.  Vale a pena dar uma conferida nessa matéria. Na integra, nesse link:  http://www.anda.jor.br/?p=34048

Falei apenas de três griffes veganas,talvez as mais conhecidas, mas existem muitas outras e que são bem legais, bem urbanas e com estilo, mas que infelizmente não entregam para outros países, então resolvi não coloca-las nesse post pois, o que de fato nos interessa é saber quais estão acessíveis de verdade, não só pelo preço e sim pelo fato da entrega em outros países.

                                                                     Tem estilo, tem ética!

ANDA:

http://www.anda.jor.br/?p=34048

http://www.anda.jor.br/?p=18146                       

Beyond Skin:

http://www.beyondskin.co.uk/

Stella McCartney:

http://twitter.com/StellaMcCartney

http://www.stellamccartney.com/

Olsen Haus:

https://www.olsenhaus.com/

Bebidas Alcoolicas Veganas e Vegetarianas

Quem disse que os Veganos e Vegetarianos não podem beber vinhos ou até mesmo outras bebidas alcoólicas?

Geralmente no processo de fabricação de vinhos é comum o uso de gelatina, albumina ou caseína, e são retirados após o processo de clarificação do vinho, não sobrando vestígios desses componentes no produto final. Por isso resolvi pesquisar quais os produtores e adegas não fazem uso de ingredientes de origem animal em nenhum processo de fabricação do vinho e de outra bebibas alcoólicas.

Vinhos:

A seguintes marcas não fazem testes em animais e nem uso de nada que seja de origem animal :

Vinicola Perini

Vinicola Boutique Lidio Carraro

Adega Chesini

Vinhos Lerentis

Vinicola Miolo

Marco Luigi Vinhos Finos

Citei as principais e mais conhecidas, mas se você quer saber de alguma empresa entre em contato com o sac.

Quanto a outras bebidas, a cerveja, por exemplo, são clarificadas com uma espécie de cola de peixe. Essa cola se obtém a partir das bexigas de alguns peixes de água doce. No entanto algumas cervejas já são freqüentemente filtradas sem o uso de qualquer substancia animal.

Principais Cervejas Veganas:

Heineken
Budweiser

Imperial
Golden Beer

Agora podemos consumir com consciencia, ja que temos alternativas corretas.

E lembre-se se beber não dirija!

Qualquer duvida deixe seu comentario ou entre em contato pelo e-mail: curiosidadesveg@bol.com.br

Se você quer saber de alguma marca que não citei no texto, mande um e-mail no endereço acima  com o nome da marca que eu entrarei em contato com o sac!

Bom feriado a todos! ;)

Fonte:
http://www.centrovegetariano.org/Article-246-Bebidas%2Balco%25F3licas%2Bveganas.html

http://coisinhasveganas.blogspot.com/search?updated-max=2008-09-16T15%3A28%3A00-07%3A00&max-results=10

http://www.guiavegano.com.br/vegan/forum/vegetarianismo-x-nutricao/vinho-e-vegano

You Crazy Vegan!

YOU CRAZY VEGAN!

Entre essas minhas andanças em busca de novas informações, encontrei pelo twitter um site / blog bem legal, cujo titulo do texto que mais me chamou a atenção é: YOU CRAZY VEGANS, no português, em tradução livre quer dizer: VOCÊS VEGANS LOUCOS, pelo titulo do texto já da para se ter uma idéia do que vamos falar a seguir:

Psicologicamente, uma das maneiras que as pessoas tem de lidar com informações que geram conflitos internos (ou dissonância cognitiva) é descarta-la como se fossem anormais, ou até mesmo perigosa. Isso ajuda a explicar o porquê muitos vegans tem a experiência de serem tratados como marginais, diferentes, pela família, amigos e principalmente pela sociedade.

Qualquer tentativa de questionar esta ideologia e viver uma vida sem escravizar e matar os animais para nosso próprio benefício é visto como anormal, às vezes até mesmo “louco”. As pessoas que não são vegetarianas, muitas vezes até mesmo na tentativa de proteger suas crenças e tradições e tratar de patologizar ou frustar aqueles que não seguem os padrões, como acontece com os psicólogos que assumem que a recusa de uma jovem para comer carne é um sintoma de transtorno alimentes, ou médicos que alertam para os perigos da dieta livre de carne, apesar das evidencias idicarem o contrario, segundo Joy.

Na  tentativa de ser vegan, meu pai estava convencido de que era apenas uma crise psicológica. Ele me disse: “Geralmente, quando as pessoas ficam preocupadas com esse tipo de coisa, é um sinal de que algo esta errado em suas vidas”.  É uma linha comum de autodefesa psicológica, no entanto: “não pode haver nada de errado com a maneira como faço as coisas … então deve haver algo errado com você”

Mas a verdade é que abraçar o veganismo é um sinal de que temos aprendido a pensar além dos limites egoístas dos nossos próprios desejos e realmente dar importancia para os outros animais, pessoas e a terra. É um sinal de que já não estamos mais dispostos a continuar pagando pessoas para torturar, escravizar e matar outros animais simplesmente para nossa satisfação e prazer.

Eu sei. Bonito hein, maluco?

O texto é interessante pois, mostra de forma descontraída, como os vegans são visto pela sociedade e até pela própria famila, que julgam ser anormal esse habito de NÃO comer carne.

O texto na integra e em inglês você pode encontrar no blog: http://www.thisveganlife.org/

Receita Facil!

Já sabe o que vai almoçar? Ainda não?

Então ai vai a dica…. Arroz Campestre.

Super prático e fácil de fazer!

Bom Apetite!

Arroz Campestre

1 tomate picado em cubinhos sem as sementes
1/2 xic. de pimentão verde em cubos
1/2 xic. de pimentão vermelho em cubos
1 cenoura média picada em cubinhos
1 espiga de milho picada
1 cebola média picada
1 col. de sobremesa de óleo
2 xícaras de arroz
sal a gosto
1 col. sopa de salsa e cebolinha picadas

Refogue no óleo a cebola, adicione a o milho, e refogue bem; acrescente a cenoura, o tomate, e os pimentões. Junte o arroz, e refogue. Acrescente 4 xícaras de água fervente e cozinhe em fogo baixo,uns 20 minutos, adicionando água sempre que necessário.
Retire do fogo e acrescente a salsa e a cebolinha

Fonte:

http://receitasvegans.blogspot.com/2007/08/arroz-campestre.html